UOL Notícias Notícias
 

14/03/2010 - 15h28

Colombiano não consegue votar porque estaria morto

Bogotá, 14 mar (EFE).- O colombiano Alfonso Gutiérrez Báez não conseguiu votar hoje nas eleições legislativas de seu país porque estava morto para a zona eleitoral em que votaria em Bogotá.

"Acontece que eu, Alfonso Gutiérrez Báez, estou morto", denunciou o eleitor à rádio "Caracol".

"Disseram inclusive que passei por autópsia. Sou uma pessoa viva e pago meus impostos, então eu não sei se as benditas almas são as que pagam meus impostos, as contas de luz, água, telefone, gás", reclamou.

Báez pediu que a rádio divulgasse que ele estava vivo e que não estava falando "do além".

Quase 30 milhões de colombianos foram convocados hoje às urnas para escolher, entre mais de 2.500 candidatos, os 102 senadores e 166 representantes para a Câmara Baixa do Congresso Nacional, assim como seus cinco representantes no Parlamento Andino.

Os eleitores que quiseram também poderão aproveitar para escolher uma cédula, do Partido Verde ou do Partido Conservador, para designar os candidatos destas legendas à Presidência para as eleições presidenciais de 30 de maio.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,13
    3,270
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h21

    -0,51
    63.760,94
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host