UOL Notícias Notícias
 

18/03/2010 - 22h01

Presidente abre portas de Honduras para volta de Zelaya

Tegucigalpa, 18 mar (EFE).- O presidente de Honduras, Porfirio Lobo, assegurou hoje que o ex-líder Manuel Zelaya, derrubado em 28 de junho de 2009, pode retornar ao país quando quiser.

"O presidente Zelaya pode retornar a Honduras quando quiser e tem que ser tratado com dignidade, como ex-presidente", disse Lobo à imprensa durante uma visita à cidade de Juticalpa.

Lobo afirmou que toda a comunidade internacional já advertiu que Zelaya deve retornar a Honduras, o que, segundo ele, ninguém pode proibir.

"Ele pode voltar quando quiser. Ele não é hondurenho? Quem pode proibir que venha aqui?", apontou.

Lobo assumiu o poder em 27 de janeiro passado, mesmo dia em que Zelaya deixou a embaixada brasileira, após mais de quatro meses, com um salvo-conduto presidencial.

Por causa do golpe contra Zelaya, que é acusado na Justiça de corrupção, a sociedade hondurenha se polarizou.

Na opinião de Lobo, o povo tem que valorizar o compromisso de dar paz à nação e, sobretudo, respeitar a vontade popular mostrada nas eleições de 29 de novembro passado.

"O povo disse 'queremos paz e queremos reconciliação da família hondurenha'", ressaltou Lobo, que, brincado, disse que fará com que Zelaya se abrace com o ex-chefe do Estado-Maior das Forças Armadas Romeo Vásquez, apontado pelos zelayistas como um dos articuladores do golpe.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,21
    3,129
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h29

    0,04
    76.004,15
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host