UOL Notícias Notícias
 

18/03/2010 - 19h45

STF nega extradição à Argentina de acusado de repressão

Brasília, 18 mar (EFE).- O Supremo Tribunal Federal (STF) negou hoje a extradição de Gustavo Francisco Bueno, acusado na Argentina de ter participado de operações de repressão durante a ditadura (1976-1983).

Por unanimidade, os juízes do STF decidiram contra a extradição pelo fato de o argentino ter sido beneficiado em 1989 com um status de refugiado no Brasil.

Segundo grupos de defesa de direitos humanos argentinos, Gustavo confessou em 1986, no Centro de Estudos Legais e Sociais, ter sido agente da Secretaria de Inteligência do Estado e participado de atividades de repressão na cidade de Rosário com o nome falso de "Germán Benegas".

Gustavo Francisco Bueno foi detido em 27 de agosto do ano passado em Belém, a pedido da Justiça argentina. Segundo o STF, ele deverá ser libertado quando publicada a decisão.

A Procuradoria Geral da República também já havia se pronunciado contra a extradição, pelo final do processo e pela liberdade do argentino.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,13
    3,270
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h21

    -0,51
    63.760,94
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host