UOL Notícias Notícias
 

19/03/2010 - 12h31

Governo chileno rebaixa a 452 número de mortos em terremoto

Santiago do Chile, 19 mar (EFE).- O novo ministro do Interior do Chile, Rodrigo Hinzpeter, cifrou hoje em 452 o número de mortos no terremoto e no conseguinte tsunami de 27 de fevereiro, 45 vítimas a menos que no relatório anterior.

Hinzpeter informou que há 96 casos de desaparecidos que foram oficializados e cerca de 800 mil desabrigados, número que contrasta com os dois milhões informados nos primeiros dias.

No caso dos desaparecidos, o Governo enviou ontem ao Congresso um projeto de lei com o objetivo de reduzir de um ano para 90 dias o tempo que os parentes terão que esperar para declará-los mortos.

O relatório de hoje é o primeiro sobre mortos divulgado pelo Governo de Sebastián Piñera, no poder desde 11 de março. Esta semana, o novo líder criou uma equipe de seis especialistas para revisar a informação a respeito de vítimas.

Hinzpeter estimou hoje em 200 mil as casas destruídas e em 40 mil as escolas com graves danos estruturais, o que prejudica cerca de um milhão de alunos em todo o país.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    12h39

    -0,07
    3,133
    Outras moedas
  • Bovespa

    12h40

    -0,90
    75.305,93
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host