UOL Notícias Notícias
 

24/03/2010 - 11h48

Chineses depositam flores em frente à sede do Google em Pequim

Pequim, 24 mar (EFE).- Internautas chineses depositaram flores e oferendas junto aos escritórios do Google em Pequim, em solidariedade e sinal de tristeza pelo fim das operações do site de buscas ("Google.cn") no país, informou hoje a edição eletrônica do jornal "Diário do Povo".

O logotipo da companhia, na entrada dos escritórios, ficou cheio de flores e frutas (oferenda comum nos países budistas), segundo uma foto publicada na internet um dia depois de o Google ter deixado de censurar as buscas feitas na China e redirecioná-las para seu site em Hong Kong (Google.com.hk).

Com essa estratégia, o Google reduziu um pouco o impacto de sua saída do mercado chinês, mas, desde ontem, os usuários chineses começaram a ter problemas ao acessar a versão da página em Hong Kong. Segundo relatos, muitas pesquisas eram bloqueadas quando palavras "sensíveis" eram tecladas nos campos de busca.

A reação dos internautas e analistas chineses à decisão do Google de suspender suas atividades na China não foi unânime. Alguns, segundo a agência "Xinhua", acusaram a companhia de montar um "truque publicitário" ou de justificar com argumentos políticos o motivo real de sua saída do país: maus resultados comerciais.

"O Google é censurado em cerca de 25 países, por que só foi embora da China? Porque não consegue vencer o Baidu" (site de buscas que domina 60% do mercado) chinês), disse à "Xinhua" o professor universitário Wang Yu.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -1,03
    3,146
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    1,09
    68.714,66
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host