UOL Notícias Notícias
 

25/03/2010 - 16h52

Estudo revela que os T-Rex também povoaram Hemisfério Sul

Washington, 25 mar (EFE).- Os enormes Tiranossauros Rex (T-Rex) também percorreram os continentes do Hemisfério Sul, confirmou um estudo realizado por cientistas ingleses e australianos divulgado hoje pela revista "Science".

A descoberta de um osso de quadril de 30 centímetros de um pequeno antepassado do animal encontrado em uma caverna de Victoria (Austrália) descarta a crença de que só existiram no Hemisfério Norte, apontaram os cientistas da Universidade de Cambridge e da Universidade de Melbourne.

Segundo Roger Benson, do Departamento de Ciências da Terra da Universidade de Cambridge, o osso "é certamente identificável" como o de um tiranossauro porque esse tipo de dinossauro tem ossos do quadril que são únicos.

"Trata-se de uma importante descoberta, pois os fósseis dos tiranossuros só haviam sido encontrados no Hemisfério Norte. Alguns cientistas pensavam que nunca tinham chegado até o Sul", acrescentou.

Benson acrescentou que, embora exista apenas um osso "este demonstra que há 110 milhões de anos havia tiranossauros pequenos como o nosso em qualquer parte do mundo".

De acordo com as análises do fóssil, o osso foi de um animal que media cerca de três metros de comprimento e pesava aproximadamente 80 quilos com cabeça grande e os braços pequenos que caracterizam os T-Rex.

O "pequeno" tiranossauro, identificado como NMV P186069, viveu há cerca de 110 milhões.

Os grandes Tiranossauros Rex, que mediam mais de 12 metros de comprimento e pesavam cerca de quatro toneladas, viveram há aproximadamente 70 milhões de anos, no final do período Cretáceo.

De acordo com Paul Barrett, paleontólogo do Museu de História Natural de Londres, a ausência dos tiranossauros nos continentes do sul parecia ser um fato anômalo.

Barrett explicou que os fósseis de outros tipos de dinossauros considerados típicos do norte já começaram a aparecer nos continentes do sul.

"Essa descoberta demonstra que os tiranossauros puderam chegar a essas regiões nos primeiros períodos de sua história evolutiva e também sugere a possibilidade de que se descubram seus restos na África, América do Sul e Índia", acrescentou.

No entanto, os cientistas admitem que a descoberta ainda deixa uma incógnita: por que esses pequenos tiranossauros evoluíram para se transformar nos enormes T-Rex somente no Hemisfério Norte?.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -1,03
    3,146
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    1,09
    68.714,66
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host