UOL Notícias Notícias
 

27/03/2010 - 07h01

Líder da coalizão vencedora na eleição do iraque quer "Governo forte"

Bagdá, 27 mar (EFE).- O ex-primeiro-ministro iraquiano Ayad Allawi, líder da coalizão opositora que venceu o pleito parlamentar do dia 7 de março, expressou seu desejo de formar um Governo forte e capaz de cumprir suas decisões.

"Nós desejamos um Executivo forte, que possa pôr em prática suas decisões e devolver o Iraque a seu entorno árabe e internacional", ressaltou Allawi, líder da aliança política "Al Iraqiya" (O iraquiano), em entrevista coletiva.

Além disso, adiantou que trabalhará para formar o próximo Governo o mais rápido possível, e que sua coalizão "iniciará diálogos com todas as alianças, vencedoras e perdedoras das eleições".

Para isso, Allawi destacou que criou uma comissão, liderada pelo vice-primeiro-ministro que deixa o cargo, Rafea al Isaui, para dialogar com as outras formações políticas com a finalidade de formar o Governo.

Também ressaltou que não há diferenças entre sua coalizão e as demais alianças e que agora é importante trabalhar para conseguir um projeto nacional iraquiano que não exclua ninguém e trate todos com igualdade.

A coalizão liderada por Allawi obteve 91 das 325 cadeiras do Parlamento unicameral do pleito de 7 de março, contra 89 conquistados pela aliança Estado de Direito, dirigida pelo primeiro-ministro iraquiano, Nouri al-Maliki.

Como nenhuma das alianças políticas conseguiu deputados suficientes para formar Governo sozinho, será necessário governar em coalizão.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    09h50

    -0,58
    3,264
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h21

    -0,05
    63.226,79
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host