UOL Notícias Notícias
 

28/03/2010 - 21h02

Terremotos atingem costa chilena do Maule, mas não deixam vítimas

Santiago do Chile, 28 mar (EFE).- Dois fortes terremotos, de 5,9 e 5,5 graus na escala Richter, atingiram esta tarde a zona litorânea do Maule, a mais castigada pelo terremoto e posterior maremoto do dia 27 de fevereiro.

Até o momento não há informações sobre vítimas ou danos materiais.

Segundo o Instituto de Sismologia da Universidade do Chile, o tremor, registrado às 18h38 local (18h38, Brasília) e o segundo às 18h43 (18h43, Brasília).

O último também foi reportado pelo Serviço de Sismologia dos Estados Unidos, embora seus instrumentos de medição tenham registrado um movimento de 6,1 graus.

Os dois tremores tiveram seu epicentro no Oceano Pacífico.

O Escritório Nacional de Emergência (Onemi), dependente do Ministério do Interior chileno, informou que o primeiro terremoto oscilou entre os dois e o quatro graus da escala internacional de Mercalli, que vai do um ao 12 e mede os efeitos nas estruturas dos tremores.

Em Constitución e Longaví, a percepção foi de IV graus Mercali, en Talca, Cauquenes, Licantén, Parral, Curicó, Linares e Retiro foi de III grados, e en Pencahue, de II.

Estes dois tremores de terra se somam a outro terremoto que afetou à região de Bío Bío, no sul do Chile, às 11h36 local (11h36, Brasília), com uma magnitude de 4,9 graus na escala Richter.

O Serviço Hidrográfico da Marinha não alertou que houvesse perigo de maremoto.

O terremoto de 8,8 graus Richter e o posterior maremoto que assolaram o centro e sul do Chile no dia 27 de fevereiro deixaram um saldo de 342 pessoas mortas cujos corpos foram reconhecidos, 800 mil desabrigados e perdas em torno dos US$ 30 bilhões.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,40
    3,181
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    2,01
    70.011,25
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host