UOL Notícias Notícias
 

01/04/2010 - 16h23

Líder sindical é morto a tiros no Pará

Rio de Janeiro, 1 abr (EFE).- Um dirigente sindical que defendia projetos de distribuição de terras para camponeses na Amazônia foi assassinado a tiros na noite da quarta-feira, informou hoje a Polícia Civil do Pará.

A vítima foi identificada como Pedro Alcântara de Souza, um ex-vereador da cidade de Redenção e que também era coordenador de políticas agrárias da Federação de Trabalhadores na Agricultora Familiar (Fetraf) do Pará.

O crime ocorreu na noite de quarta-feira nos arredores de Redenção, quando Souza, que caminhava em companhia de sua esposa, foi baleado por dois homens que estavam em uma motocicleta.

O dirigente sindical, que foi vereador de Redenção por três vezes e chegou a presidir o Conselho Municipal, morreu de forma imediata com quatro tiros na cabeça.

Como líder de sem-terras, Souza liderou um grupo de famílias que ocupou no ano passado uma fazenda em Redenção para pressionar sua desapropriação e sua inclusão no programa de reforma agrária do Governo.

A ocupação gerou disputas com outros grupos de camponeses interessados em ser beneficiados com terras na mesma fazenda, e o dirigente chegou a ser ameaçado de morte.

A Polícia disse que o crime tem as características de um assassinato encomendado, mas esclareceu que ainda falta apurar mais pistas sobre os possíveis autores do homicídio.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,31
    3,266
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    1,60
    62.662,48
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host