UOL Notícias Notícias
 

02/04/2010 - 09h10

Universidade de Cambridge quer revogar diploma de político de extrema-direita

Londres, 2 abr (EFE).- A universidade de Cambridge, na Inglaterra, quer revogar o diploma universitário do líder do Partido Nacionalista Britânico (BNP) e eurodeputado Nick Griffin, que formou-se na instituição em 1980, segundo a edição de hoje do jornal "The Sun".

De acordo com a publicação, a junta diretora da universidade aprovou na quarta-feira passada por uma maioria de 64% uma moção para anular a licenciatura em direito do controvertido político, em uma tentativa de romper qualquer conexão de Cambridge com ele.

Caso a decisão, que tem que ser ratificada pelo vice-reitor, seja confirmada, seria a primeira vez em que Cambridge revoga o diploma de um ex-aluno.

"Isto é muito atípico, mas a universidade não pode permitir sua associação com uma pessoa tão vilipendiada", declarou Tim Holt, representante da instituição.

Griffin, que atualmente lidera no Reino Unido o xenófobo e ultradireitista BNP, fundou o grupo Estudiantes da Jovem Frente Nacional durante sua passagem por Cambridge.

Em novembro, um site de estudantes de Cambridge o escolheu como o pior ex-aluno formado pela universidade em toda a sua história.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,59
    3,276
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h21

    -1,54
    61.673,49
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host