UOL Notícias Notícias
 

06/04/2010 - 16h44

Apuração inicial aponta vitória do partido de Morales em 5 regiões

Em La Paz (Bolívia)
  • Evo Morales, presidente boliviano, consegue mais influência política com vitórias regionais

    Evo Morales, presidente boliviano, consegue mais influência política com vitórias regionais

O partido Movimento ao Socialismo (MAS), do presidente Evo Morales, conquistou o Governo em cinco dos nove departamentos (estados) da Bolívia, segundo os primeiros números da contagem oficial divulgados hoje pela Corte Nacional Eleitoral (CNE).

Com diferentes porcentagens da apuração, o MAS venceu as eleições para governador, realizadas no domingo, nos departamentos de Chuquisaca, La Paz, Cochabamba, Oruro e Potosí, enquanto opositores ficariam com um triunfo claro em Santa Cruz, Tarija e Beni.

No caso de Pando, com 20,4% dos votos computados a diferença é de menos de um ponto (57 votos) entre o opositor Paulo Bravo (49,1%), e o candidato do governo, José Luis Flores (48,4%).

No caso das eleições municipais, a vitória dos candidatos da oposição foi confirmada em sete das dez cidades principais: Em La Paz e Oruro, onde o Movimento sem Medo (MSM) se impôs; Sucre, onde tudo indica que o prefeito será virtual o ex-reitor Jaime Barrón; Potosí, que seguirá regida pelo quíchua e ex-candidato à presidência René Joaquino; Santa Cruz, onde Percy Fernández foi reeleito e Trinidad, que seguirá sob a direção de Moisés Shriqui.

EL PAÍS: Evo Morales redesenha a Bolívia

As eleições regionais que a Bolívia realizou no domingo (4) são para o presidente Evo Morales o último obstáculo para implementar seu principal projeto, a lei de descentralização e autonomias, sobretudo as indígenas. Essa legislação promove a maior reorganização territorial da Bolívia desde a independência, sem contar as perdas de superfície devido a acordos diplomáticos e às guerras do Pacífico, do Acre e do Chaco


O MAS só conseguiu se eleger nas Prefeituras de El Alto em que o candidato Edgar Patana ganhou; de Cochabamba, com o músico Edwin Castelhanos; e Cobija, com Ana Reis.

No caso das eleições municipais nas cidades de Sucre, Potosí e Trinidad, a contagem oficial já está 100%, e em Oruro e Cochabamba está a ponto de ser concluída.

Estes resultados parciais confirmam a tendência marcada pelas pesquisas extra-oficiais divulgadas no término das eleições deste domingo em que a população boliviana escolheu mais de 2,5 mil autoridades regionais e locais.

Como é habitual na Bolívia, os primeiros dados da apuração foram divulgados quase 48 horas após o pleito, no dia 4 de abril.

A previsão é que os resultados completos sejam informados no dia 24, devido à repetição nos próximos dias da votação em uma mesa do planalto por problemas logísticos.

 

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,56
    3,261
    Outras moedas
  • Bovespa

    18h21

    1,28
    73.437,28
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host