UOL Notícias Notícias
 

06/04/2010 - 18h42

Justiça concede liberdade condicional a opositor de Chávez

Caracas, 6 abr (EFE).- Uma corte venezuelana concedeu liberdade condicional a um dos subprefeitos de Caracas, o opositor Richard Blanco, detido desde agosto acusado de causar "lesões graves" em um policial e de "instigação ao crime" durante uma manifestação da oposição.

O Tribunal 23 de Julgamento de Caracas, a cargo da juíza Ingrid Bohórquez, ordenou a liberdade condicional de Blanco, que deverá apresentar-se ao tribunal de 15 em 15 dias durante a realização do julgamento, que ainda não teve início, esclareceu seu advogado, Negar Granados.

Blanco "continua sendo subprefeito em Caracas, não foi desabilitado politicamente", acrescentou Granados, em declarações aos jornalistas em frente à sede do tribunal na capital venezuelana.

Em suas primeiras palavras à imprensa após sua libertação, o opositor agradeceu a "Deus e à Virgem Santíssima" porque durante seus "sete meses e 20 dias" de reclusão cresceu mais "como pessoa" e em sua "fé inquebrantável em Deus".

Disse que a decisão judicial inclui ainda a "proibição expressa de dar declarações sobre o processo" contra ele, assim como de "sair das fronteiras" da Venezuela.

O opositor disse que percorrerá "novamente os bairros de Caracas" para promover sua candidatura às eleições parlamentares previstas para 26 de setembro.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    12h09

    -0,49
    3,153
    Outras moedas
  • Bovespa

    12h12

    2,24
    70.171,20
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host