UOL Notícias Notícias
 

06/04/2010 - 20h25

Mulher é condenada nos EUA por vender obras falsas de artistas famosos

Los Angeles, 6 abr (EFE).- A corte federal do distrito central da Califórnia condenou uma mulher a sete anos de prisão por leiloar pela televisão obras falsas de artistas como Picasso, Dalí e Chagall, entre outros, informou hoje o gabinete do procurador.

Kristine Eubanks, de 52 anos, foi condenada por idealizar e executar uma fraude que lhe rendeu mais de US$ 20 milhões procedentes de mais de dez mil pessoas nos Estados Unidos, segundo estimativas das autoridades.

Kristine abriu uma companhia chamada Fine Art Treasures Gallery que captava clientes por meio de seu próprio programa de televisão, no qual se ofereciam pinturas de assinaturas conhecidas a preços baixos.

O golpe consistia em leiloar supostas obras autênticas que a empresa conseguia em "liquidações de propriedades no mundo todo".

Kristine se declarou culpada logo no início do julgamento, em abril de 2007, dos crimes de conspiração para cometer fraude postal, fraude eletrônica, transporte interestadual de propriedade roubada e evasão fiscal.

O programa de televisão que servia de vitrine para a fraude foi transmitido entre 2002 e 2006 nas noites de sexta-feira e sábado.

Kristine teve como sócio seu marido, Gerald Sullivan, que ainda não recebeu sentença judicial.

Como parte desta investigação, as autoridades bloqueram contas bancárias no valor de US$ 3,8 milhões.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    11h49

    0,21
    3,286
    Outras moedas
  • Bovespa

    11h52

    -0,17
    63.146,83
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host