UOL Notícias Notícias
 

06/04/2010 - 13h55

Otan diz estar preocupada com acusações de Karzai sobre fraude

Bruxelas, 6 abr (EFE).- A Otan considerou hoje preocupante que o presidente do Afeganistão, Hamid Karzai, tenha acusado os "estrangeiros" de ter organizado uma "fraude generalizada" nas eleições presidenciais de 2009, nas quais foi reeleito.

"As declarações de Karzai provocaram certa preocupação", reconheceu à Agência Efe a porta-voz adjunta da Otan, Carmen Romero.

Romero destacou ainda que a comunidade internacional está apoiando o povo e ao Governo afegão.

"Os esforços e os sacrifícios que estamos fazendo no Afeganistão devem ser reconhecidos pelo povo afegão, incluindo suas máximas instâncias".

Karzai assegurou na quinta-feira passada, em um encontro com trabalhadores dos órgãos eleitorais afegãos, que o ex-número dois da missão da ONU no Afeganistão Peter Galbraith e o chefe dos observadores europeus durante o processo, Philippe Morillon, foram responsáveis por uma fraude eleitoral.

O presidente afegão chegou a dizer que os votos emitidos pelo povo afegão "estavam sob o controle de uma Embaixada", sem especificar qual.

"Houve fraude nas eleições presidenciais e provinciais, não há dúvida de que houve uma fraude generalizada, mas não foi feita pelos afegãos, mas pelos estrangeiros; Galbraith e Morillon são os responsáveis pela fraude", disse Karzai na ocasião.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,45
    3,141
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h21

    -0,39
    64.684,18
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host