UOL Notícias Notícias
 
07/04/2010 - 09h33 / Atualizada 11/06/2010 - 10h20

Ahmadinejad ameaça Obama com "resposta contundente" se não mudar política

Teerã, 7 abr (EFE).- O presidente do Irã, Mahmoud Ahmadinejad, advertiu hoje o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, que se continuar pelo caminho de seu antecessor, George W. Bush, receberá uma "resposta contundente".

"Se queres seguir o caminho de Bush, terás a mesma resposta contundente que demos a ele", disse Ahmadinejad, um dia depois de Obama anunciar a nova estratégia nuclear dos EUA, que limitará o uso de armas atômicas, embora sem descartar sua utilização contra países como o Irã ou Coreia do Norte.

Em discurso pronunciado diante de uma multidão em Orumyie, no noroeste do Irã, e transmitido ao vivo em todo o país, Ahmadinejad disse que Obama "ameaçou recentemente que seu país utilizaria a bomba atômica e química contra os povos que não aceitam submeter-se aos EUA".

"Esperamos que esta declaração atribuída a Obama não seja correta", indicou o líder ultraconservador iraniano, ao afirmar que pessoas "próximas ao presidente dos Estados Unidos nos confirmaram que ele fez as declarações sob pressão dos sionistas".

"Atribuímos estas declarações a sua inexperiência, é um recém chegado e devemos ter paciência", acrescentou.

Ahmadinejad afirmou que nem sequer Bush, que acusou de ser o mais odiado e o mais criminoso dos presidentes dos EUA, tinha falado "com tanta agressividade".

Para o presidente iraniano, Obama segue as mesmas políticas nas quais fracassou seu antecessor "com uma nova máscara".

Ahmadinejad também se referiu à mensagem de felicitação do presidente dos Estados Unidos pelo ano novo iraniano que começou em 21 de março no qual Obama "afirma que nós rejeitamos seus esforços para tirar-nos do isolamento".

"Graças, não queremos vossos favores", disse sarcasticamente, antes de acusar os EUA de estar marginalizando o mundo, pois enquanto seus líderes têm de realizar suas viagens sem anunciar aos países da região, as autoridades iranianas anunciam a data de suas visitas ao Afeganistão e Iraque onde "são bem recebidas".

Ahmadinejad também ameaçou Israel, que acusou de estar preparando-se para voltar a atacar Gaza, o que, disse, "acabará com vossa feliz existência".

"Se voltar a cometer o erro do passado e atacar de novo Gaza, o Líbano, Palestina ou Síria, os povos da região vão responder", ameaçou.

O presidente iraniano disse que o Estado judeu foi criado pelos capitalistas para apoderar-se das riquezas e o petróleo da região e advertiu aos países que apóiem a Israel que entrarão em uma "lista negra" dos povos da região.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    15h49

    -0,13
    3,164
    Outras moedas
  • Bovespa

    15h55

    2,09
    70.071,06
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host