UOL Notícias Notícias
 

08/04/2010 - 14h12

Polícia argentina resgata 80 bolivianos escravizados em oficinas têxteis

Buenos Aires, 8 abr (EFE).- A Polícia da província de Buenos Aires resgatou hoje 80 trabalhadores bolivianos que eram submetidos a condições de escravidão em oficinas têxteis nos arredores da capital argentina.

Os bolivianos foram encontrados amontoados e com sintomas de desnutrição durante um das três batidas ordenadas por um juiz que investiga casos de maus tratos de pessoas, afirmou a Polícia.

Os trabalhadores foram encontrados nas localidades de Lomas del Mirador e Laferrere, no populosa grande Buenos Aires, onde proliferam oficinas têxteis clandestinas, segundo o Ministério da Justiça e Direitos Humanos.

Nos últimos meses, a Polícia argentina resgatou centenas de trabalhadores bolivianos e paraguaios submetidos a condições de escravidão.

Cerca de dois milhões de bolivianos vivem hoje na Argentina, dos quais 800 mil moram em Buenos Aires e seus arredores.

Além disso, calcula-se que os imigrantes paraguaios somam cerca de um milhão e que a maioria deles também se concentra na capital argentina e sua periferia.

Em 2006, o Governo argentino iniciou o programa "Pátria Grande", destinado a facilitar as tramitações para regularizar a situação de centenas de milhares de imigrantes ilegais, a maioria bolivianos, paraguaios e peruanos, que, devidos a sua condição, são vítimas de exploração.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,48
    3,144
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h21

    -0,53
    75.604,34
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host