UOL Notícias Notícias
 

09/04/2010 - 16h06

Juiz de Honduras libera 3 funcionários de Zelaya acusados de fraude

Tegucigalpa, 9 abr (EFE).- Um juiz penal de Honduras ditou hoje uma sentença definitiva a favor de dois ex-funcionários do Governo do ex-presidente Manuel Zelaya, derrubado em junho de 2009.

Eles são acusados de fraude no aluguel de um edifício para a estatal Empresa Nacional de Energia Elétrica (Enee).

O juiz Mario Ríos, do Tribunal Penal de Tegucigalpa, confirmou que ditou "uma sentença definitiva" à ex-gerente da Enee Rixi Moncada e ao ex-ministro da Defesa e ao ex-chefe de uma junta interventora dessa instituição, Arístides Mejía.

Os três ex-funcionários foram acusados pelo Ministério Público em julho de 2009, depois do golpe de Estado que derrubou Zelaya, que, por sua vez, enfrenta acusações por delitos políticos e comuns, da mesma forma que outros ex-membros de sua administração.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,84
    3,146
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    0,35
    68.594,30
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host