UOL Notícias Notícias
 

09/04/2010 - 08h10

Novo Governo do Quirguistão manda prender irmão do presidente

Moscou, 9 abr (EFE).- O Governo provisório do Quirguistão emitiu hoje uma ordem de busca e captura para Zhanish Bakiyev, irmão do presidente derrubado, Kurmanbek Bakiyev, por ordenar que as forças de segurança atirassem contra manifestantes.

"Toda a culpa dos mortos recai no antigo chefe do Serviço de Segurança Estatal", assegurou Azimbek Beknazarov, vice-primeiro-ministro do Governo formado pela oposição.

Segundo Beknazarov, as novas autoridades "estão tomando medidas para sua detenção".

De acordo com a agência de notícias "Fergana", o presidente Bakiyev e seus irmãos, Zhanish e Ajmat, estão na cidade de Markai, na região de Jalal-Abad (sudoeste).

O Ministério da Saúde quirguiz afirma que pelo menos 76 pessoas morreram, a maioria baleada, e cerca de 1.500 ficaram feridas durante os violentos confrontos entre Polícia e oposição na capital Bishkek e em outras cidades.

As autoridades depostas asseguram que os agentes usaram gás lacrimogêneo e balas de borracha para dispersar os manifestantes, que tentaram derrubar com ajuda de um caminhão as barreiras que cercavam a sede do Governo.

O Governo provisório e ativistas asseguram, porém, que as forças de segurança abriram fogo não só com balas de borracha, e que vários manifestantes foram mortos por franco-atiradores.

Uma delegação do Governo provisório quirguiz chegou hoje a Moscou para se reunir com as autoridades russas, que deram as costas a Bakiyev.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,13
    3,270
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h21

    -0,51
    63.760,94
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host