UOL Notícias Notícias
 

09/04/2010 - 04h32

Queda de aeronave americana deixa quatro mortos no Afeganistão

Cabul, 9 abr (EFE).- Três soldados dos EUA e um trabalhador civil morreram em consequência da queda de uma aeronave das forças americanas no sudeste do Afeganistão por causas "desconhecidas", segundo as forças internacionais da Otan, enquanto os talibãs afirmam tê-la derrubado.

A queda, que aconteceu na noite desta quinta-feira, causou também ferimentos a vários soldados, número que a Força Internacional de Assistência à Segurança (Isaf, na sigla em inglês) não confirmou em comunicado emitido nesta sexta.

O aparelho, um CV-22 Osprey - um híbrido entre helicóptero e avião -, caiu cerca de dez quilômetros a oeste da cidade de Qalat, na província de Zabul, sudeste afegão.

Os feridos foram transportados a uma base próxima para receber tratamento médico após o incidente, cuja autoria foi reivindicada por um porta-voz talibã, Muhamad Yousuf Ahmadi.

"Derrubamos ontem (quinta) à noite um helicóptero na zona de Nawkhez, (uma ação na qual) morreram trinta soldados dos Estados Unidos", declarou Ahmadi à agência afegã "AIP".

Segundo a "AIP", vários aldeões de Qalat disseram ter visto durante a noite um grande número de helicópteros sobrevoando a cidade, supostamente após a queda.

Este é o quarto aparelho das tropas internacionais que se acidenta no Afeganistão desde o último dia 23 de março, o segundo nos últimos dez dias em Zabul, onde caiu um helicóptero no dia 29 de março, embora "sem indícios" que tenha sido derrubado, de acordo com a Isaf.

Também é incidente deste tipo mais grave desde o dia 26 de outubro de 2009, quando morreram 14 americanos, entre militares e civis, vítimas do choque de dois helicópteros e da queda de um terceiro em diferentes pontos do país.

O CV-22 Osprey é um aparelho que o Exército americano usa para trabalhos de infiltração de longo alcance e provisão para as tropas.

Sua tecnologia permite aterrissagens e decolagens como as de um helicóptero, mas a maior potência de seus motores lhe permite voar mais rápido que os helicópteros convencionais.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,54
    3,265
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    1,36
    64.085,41
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host