UOL Notícias Notícias
 

10/04/2010 - 15h51

Putin percorre local do acidente onde morreu o presidente polonês

Moscou, 10 abr (EFE).- O primeiro-ministro da Rússia, Vladimir Putin, chegou hoje à cidade de Smolensk, cerca de 300 quilômetros ao leste de Moscou, para uma sessão da comissão estatal criada para esclarecer as causas do acidente aéreo no qual esta manhã morreu o presidente polonês, Lech Kaczynski.

"No marco da comissão estatal devemos fazer o máximo possível para esclarecer no prazo mais breve as causas da tragédia", declarou o primeiro-ministro, após visitar o local do acidente.

Tal comissão é formada por titulares de ministérios e funcionários envolvidos na investigação da tragédia.

Além disso, Putin ressaltou que "é preciso fazer todo o necessário para ajudar os familiares das vítimas, que se dirigem a Moscou para a identificação" dos corpos, informa a agência de notícias "Interfax".

O ministro de Situações de Emergência, Serguei Shoigu, indicou que "todos os corpos foram encontrados e já foi iniciado seu transporte a Moscou".

A comissão estatal russa é integrada também pelo vice-primeiro-ministro Serguei Ivanov; o ministro de Transportes, Igor Levitin; o ministro do Interior, Rashid Nurgaliev; e o vice-ministro de Assuntos Exteriores, Vladimir Titov.

Por fim, também fazem parte da comissão o representante do Kremlin nessa região, Gueorgui Poltavchenko; o governador da região de Smolensk, Serguei Altufyev; o chefe da Agência Federal de Transporte Aéreo, Aleksandr Neradko; e o chefe do Comitê de Instrução da Procuradoria, Aleksandr Bastirkin, entre outros.

Está previsto que o primeiro-ministro polonês, Donald Tusk, chegue em breve ao local do acidente. Jaroslaw Kaczynski, irmão gêmeo do presidente falecido, chegou ao aeroporto de Vitebsk, na Bielorrússia, de onde seguirá viagem rumo a Smolensk.

O prefeito de Moscou, Yuri Luzhkov, lidera o centro moscovita de crise para prestar assistência aos familiares das vítimas na catástrofe, que serão acomodados em um hotel da capital e também contarão com o atendimento de psicólogos.

Um grupo especial do Ministério de Situações de Emergência receberá no aeroporto de Moscou os corpos das vítimas.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    15h00

    -0,08
    3,264
    Outras moedas
  • Bovespa

    15h00

    1,73
    63.748,60
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host