UOL Notícias Notícias
 

10/04/2010 - 06h19

Rússia: não há sobreviventes de queda de avião que levava presidente polonês

Moscou, 10 abr (EFE).- O governador da região russa de Smolensk, onde o avião no qual viajava o presidente da polônia, Lech Kaczynski, caiu neste sábado, informou que nenhum dos passageiros que estava a bordo sobreviveu.

"O avião se preparava para aterrissar, mas não chegou até a pista. Segundo a versão preliminar, o aparelho se enganchou em árvores, caiu e ficou destruído. Na catástrofe não há sobreviventes", disse o governador à agência local "Interfax".

A Procuradoria russa informou que a bordo do avião presidencial polonês havia 132 pessoas, entre elas Kaczynski e sua esposa, apesar do Ministério de Situações de Emergência ter afirmado que o número de vítimas seria de 87.

O acidente aconteceu em meio a um denso nevoeiro perto da localidade de depois que o piloto rejeitou sugestões para desviar o voo até Moscou ou Minsk, capital de Belarus, segundo o Comitê de Investigação da Procuradoria.

O líder polonês se dirigia à localidade russa de Katyn, perto da fronteira com Belarus, para prestar homenagem aos milhares de oficiais poloneses executados em 1940 pelos serviços secretos soviéticos.

Junto a Kaczynski viajavam vários altos funcionários poloneses e familiares das vítimas do massacre de Katyn.

O presidente russo, Dmitri Medvedev, foi informado da catástrofe e enviou a Smolensk o ministro de Situações de Emergência, Serguei Soigu, enquanto o chefe do Governo, Vladimir Putin, vai liderar uma comissão para averiguar o acidente.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,79
    3,152
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h22

    1,18
    65.148,35
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host