UOL Notícias Notícias
 

12/04/2010 - 10h05

Comissão Eleitoral pede dissolução de partido governante na Tailândia

Bangcoc, 12 abr (EFE).- A Comissão Eleitoral da Tailândia recomendou hoje ao Tribunal Constitucional a dissolução do Partido Democrata, o principal da coalizão que governa o país, por um caso de financiamento ilegal.

A comissão decidiu, por cinco votos a favor e quatro contra, levar o caso à Promotoria e pedir no Tribunal Constitucional a suspensão do partido, chefiado pelo primeiro-ministro, Abhisit Vejjajiva.

Um deputado do partido opositor Puea Thai, dos aliados do ex-primeiro-ministro Thaksin Shinawatra, denunciou o Partido Democrata perante a comissão por receber supostamente mais fundos que o permitido de uma pessoa física em 2005.

Se o recurso prosperar, o Partida Democrata, um dos de maior destaque na arena política tailandesa, desaparecerá e os membros de seu Executivo ficarão inabilitados para desempenhar funções públicas durante cinco anos.

A resolução da comissão chega no momento em que dezenas de milhares de pessoas se manifestam em Bangcoc para forçar a realização de eleições antecipadas.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,31
    3,266
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    1,60
    62.662,48
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host