UOL Notícias Notícias
 

19/04/2010 - 09h38

Lula diz que países emergentes definiram plano de atuação comum no G20

Rio de Janeiro (Brasil), 19 abr (EFE).- Brasil, China, Índia, Rússia e África do Sul aproveitaram as cúpulas realizadas na semana passada em Brasília para definir um plano estratégico comum para o Grupo dos Vinte (G20, países mais desenvolvidos e emergentes), disse hoje o presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Lula afirmou, em seu programa "Café com o Presidente", que a definição de uma posição comum é importante, porque "se Brasil, China, Índia, Rússia e África do Sul chegarem a uma reunião (do G20) com um pensamento único, já terão meio caminho andado para convencer outros países que se colocam a nosso lado, como França, Argentina e México".

Segundo o presidente, o plano estratégico de atuação inclui as posições que os países emergentes esperam das reformas do Fundo Monetário Internacional (FMI) e do Banco Mundial (BM) sobre o financiamento mundial e os paraísos fiscais, entre outros assuntos.

"Todos os países (que participaram das cúpulas) fizemos parte do G20 político, do G20 econômico, e isso é muito importante, porque vamos ter em junho uma reunião do G20 no Canadá", assegurou Lula.

Brasília foi sede na semana passada da segunda Cúpula do Bric, grupo de países emergentes formado por Brasil, Rússia, Índia e China, e da quarta Cúpula do Fórum do IBAS, que reúne Brasil, Índia e África do Sul.

"O IBAS significa três grandes democracias em três diferentes continentes e estamos trabalhando conjuntamente no Haiti e em países africanos; estamos construindo satélites para estudos em agricultura e para ajudar países mais pobres", afirmou.

"O Bric são as grandes economias emergentes do mundo. Temos muitas similaridades e a reunião foi muito importante porque nos permitiu afinar nossa relação estratégica", assegurou o presidente.

Lula lembrou que o Brasil aproveitou as reuniões para assinar acordos de cooperação com os outros países e para definir tratados comerciais com nações com as quais já mantém importantes trocas, como a China.

As cúpulas dos emergentes "foram importantes e estou convencido de que colheremos os frutos nos próximos meses e nos próximos anos", disse Lula.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,59
    3,276
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h21

    -1,54
    61.673,49
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host