UOL Notícias Notícias
 

25/04/2010 - 08h09

Autor de massacre na Espanha nos anos 90 se mata na prisão

Madri

Antonio Izquierdo, 72 anos, autor junto com seu irmão de um massacre que comoveu a sociedade espanhola em 1990 se enforcou hoje na cela da prisão onde estava internado.

Izquierdo cumpria pena de 25 anos de prisão pelo massacre que envolveu o assassinato de nove pessoas na pequena localidade de Puerto Hurraco, em Extremadura.

Em 26 de agosto de 1990, os dois irmãos armados de escopetas de caça mataram nove pessoas, entre elas duas meninas, e feriram outras seis pessoas.

Os assassinos, que dispararam de forma indiscriminada, agiram por vingança devido a uma antiga disputa de terras que mantinham com famílias da região.

Na sombra da tragédia, duas irmãs dos Izquierdo, Luciana e Angeles foram mortas por moradores da localidade onde ocorreu o massacre.

Agentes penitenciários faziam uma ronda de rotina no presídio quando encontraram Antonio Izquierdo morto na enfermaria. Ele estava no centro de atendimento devido ao estado delicado de saúde.

O massacre da localidade de Puerto Hurraco comoveu o país e o mundo e serviu de inspiração para o diretor espanhol Carlos Saura fazer o filme "El setimo dia".

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    10h00

    -0,34
    3,265
    Outras moedas
  • Bovespa

    10h01

    0,02
    61.685,94
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host