UOL Notícias Notícias
 

25/04/2010 - 06h25

Criminalistas consideram perigosos os alemães convertidos ao Islã

Berlim, 25 abr (EFE).- O Escritório Federal de Investigação Criminal (BKA, na sigla em alemão) considera um risco cada vez maior para a segurança nacional os alemães radicais convertidos ao Islã, segundo uma análise interna que publica hoje a revista "Focus".

O estudo do BKA contabiliza, a partir de dados da Polícia federal e dos diferentes estados federados, 11 alemães convertidos "ameaçadores" e outros 26 "relevantes", entre eles três mulheres.

Todos eles, de idades compreendidas entre os 24 e 42 anos, são suspeitos de preparar atentados em solo alemão.

Os alemães conversos suspeitos se reúnem em "determinadas mesquitas", assinala o relatório, que cita concretamente uma na região de Ulm, no sul do país, e a de Al Kuds, situada na cidade portuária de Hamburgo.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h58

    -0,53
    3,128
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    -0,28
    75.389,75
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host