UOL Notícias Notícias
 

25/04/2010 - 16h08

Mulheres são convidadas a "mostrar um pouquinho" em protesto contra clérigo

Washington, 25 abr (EFE).- Uma estudante universitária do estado de Indiana (EUA) convidou às mulheres de todo o mundo a "mostrarem um pouquinho", seja descendo o decote ou subindo a saia nesta segunda-feira a fim de refutar o clérigo iraniano que relacionou o uso de roupa reveladora com os terremotos.

Jennifer McCreight, de 22 anos, se surpreendeu quando na segunda-feira passada o clérigo iraniano Hojatoleslam Kazem Sedighi advertiu que "muitas mulheres que não vestem com modéstia conduzem os jovens pelo mau caminho, corrompem sua castidade e propagam o adultério na sociedade".

"Tudo isso aumenta os terremotos", acrescentou o clérigo.

McCreight decidiu que há uma maneira de refutar a ideia e criou na rede social Facebook um grupo denominado "boobquake" (literalmente sacudimento ou terremoto dos peitos) que até hoje conta mais de 120 mil pessoas.

O propósito do "boobquake", segundo o estudante de genética e evolução, é "ajudar a combater a opressão das mulheres apenas mostrando o decote".

A ideia se propagou com a velocidade própria das redes sociais e o convite não se limita ao decote: a refutação ao clérigo iraniano também pode ser feita com saias ou bermudas mais curtas que o habitual.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    09h39

    -0,21
    3,272
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    0,95
    63.257,36
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host