UOL Notícias Notícias
 

27/04/2010 - 10h06

Noriega comparece hoje diante de juiz que decidirá sua prisão

Paris, 27 abr (EFE).- O ex-ditador panamenho Manuel Antonio Noriega, comparecerá nesta tarde diante de um magistrado do Tribunal Correcional de Paris, que será o encarregado de decidir sobre sua possível prisão.

Ele já foi notificado pela promotoria sobre a sua ordem de detenção. A defesa de Noriega anunciou a intenção de recorrer à extradição de seu cliente, argumentando que os fatos pelos quais a França o acusa prescreveram, entre outras razões.

Um de seus advogados, Olivier Metzner, lembrou que seu cliente "se beneficia de imunidade como ex-chefe de Estado do Panamá", e "pede a aplicação dessa imunidade".

Em declarações à televisão "BFM", o advogado explicou que tratará de fazer o possível para evitar que o ex-ditador volte a ser julgado em Paris, onde já foi condenado à revelia a dez anos de prisão no ano 1999 por lavagem de dinheiro procedente do narcotráfico.

A defesa mantém que o dinheiro pelo que foi investigado e condenado procedia da fortuna de sua mulher e dos pagamentos feitos pela CIA (agência de inteligência americana), para quem trabalhava.

Aos 76 anos, dos quais passou 17 anos preso nos Estados Unidos por cumplicidade com o tráfico de drogas, o ex-ditador se encontra "muito frágil", segundo Metzner, quem ressaltou que fará todo o possível para que possa voltar a Panamá.

A justiça do Panamá pede a sua extradição, país pelo qual foi condenado à revelia a 15 e 20 anos de prisão pelos assassinatos de Hugo Spadafora e o major Moisés Giroldi.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    10h59

    -0,09
    3,143
    Outras moedas
  • Bovespa

    11h04

    0,24
    68.878,32
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host