UOL Notícias Notícias
 

28/04/2010 - 16h30

Coalizão de ex-premiê quer novas eleições e Governo interino no Iraque

Bagdá, 28 abr (EFE).- A coalizão Al-Iraqiya, liderada pelo ex-primeiro-ministro Ayad Allawi e que venceu as eleições parlamentares de 7 de março no Iraque, pediu hoje a formação de um Governo interino e a realização um novo pleito.

Em comunicado divulgado em Bagdá, Al-Iraqiya explicou que quer que novas eleições "longe da pressão de alguns grupos políticos".

Além disso, a nota diz que estuda pedir ao Conselho de Segurança da ONU, à União Europeia (UE), à Organização da Conferência Islâmica e à Liga Árabe "que enfrentem suas responsabilidades legais e morais para proteger o processo político iraquiano com a formação de um Governo interino".

A coalizão de Allawi quer do Conselho Presidencial, integrado pelo chefe de Estado iraquiano e pelos dois vice-presidentes, a convocação do Parlamento anterior às eleições, até que os resultados da votação sejam confirmados, para vigiar o Governo do premiê Nouri al-Maliki.

Segundo a Al-Iraqiya, a medida é necessária "para vigiar o poder do Governo (Maliki), que exerce suas funções sem controle e legitimidade, e para que cesse suas perigosas infrações no processo político e na Constituição".

A Al-Iraqiya divulgada o comunicado no momento em que Allawi visita o Egito, onde hoje se reuniu com o presidente Hosni Mubarak e conversou sobre a formação de um Governo no Iraque.

As eleições, cujos resultados estão pendentes de revisão na Comissão Eleitoral, foram vencidas pela Al-Iraqiya, que não obteve as cadeiras suficientes para governar sozinha. Por isso, precisa buscar alianças com outros grupos.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,59
    3,276
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h21

    -1,54
    61.673,49
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host