UOL Notícias Notícias
 

28/04/2010 - 17h20

EUA estão dispostos a conceder visto para Ahmadinejad

Washington, 28 abr (EFE).- O Departamento de Estado dos Estados Unidos expressou hoje sua disposição em conceder um visto ao presidente iraniano, Mahmoud Ahmadinejad, para que ele participe da reunião sobre o Tratado de Não- Proliferação Nuclear (TNP) nas Nações Unidas na próxima semana.

Segundo o porta-voz do Departamento de Estado, Philip Crowley, os EUA receberam a solicitação iraniana hoje mesmo.

A solicitação de visto para a delegação iraniana, incluindo Ahmadinejad, foi apresentada na Embaixada americana em Berna, explicou Crowley.

O porta-voz disse que os vistos ainda não estão prontos, mas "qualquer funcionário que vem à ONU para um assunto oficial normalmente ganha o visto".

"Temos certas responsabilidades como país anfitrião da ONU", precisou Crowley, que declarou que "os iranianos terão uma delegação na reunião sobre o TNP na segunda-feira, e se querem que seu presidente lidere essa delegação é uma decisão sua".

Não seria a primeira vez que Ahmadinejad iria à sede da ONU, em Nova York, pois participa anualmente da Assembleia Geral.

Previamente, na sede da ONU, a embaixadora americana perante as Nações Unidas, Susan Rice, indicou que tinha conhecimento que "hoje (Ahmadinejad) solicitou um visto" para a conferência, que será realizada entre os dias 3 e 28 de maio.

A reunião dos países signatários do TNP deve servir para deter a proliferação dos arsenais nucleares e fortalecer a vontade de eliminá-los.

A conferência para revisar o TNP é realizada a cada cinco anos e avalia os esforços de não-proliferação feitos pelos países e para acordar que passos devem ser dados para fortalecê-lo.

Os planos de Ahmadinejad de participar da conferência são divulgados dois dias depois que o líder iraniano falou duramente contra o Conselho de Segurança, que definiu como uma "ferramenta satânica de opressão", assim como contra os Estados Unidos.

O Irã empreendeu nas últimas semanas uma campanha para desacreditar o Conselho de Segurança da ONU e tratar de diminuir assim a credibilidade à nova bateria de sanções que trata de pactuar em resposta à controvertido programa nuclear de Teerã.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h58

    -0,53
    3,128
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    -0,28
    75.389,75
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host