UOL Notícias Notícias
 

28/04/2010 - 16h45

FMI diz que agências de risco nem sempre acertam

Berlim, 28 abr (EFE).- O diretor do Fundo Monetário Internacional (FMI), Dominique Strauss-Kahn, minimizou hoje a importância do rebaixamento do rating de Espanha e Portugal e disse que as agências de classificação de risco nem sempre acertam.

"A agências de rating nem sempre acertam. As pessoas acreditam e, por isso, têm influência a curto prazo, mas a longo prazo o que predomina são outros fatores", explicou Strauss-Kahn.

O diretor do FMI respondeu assim à pergunta, em Berlim, sobre se o rebaixamento da nota dada pela agência Standard & Poors à dívida de Portugal e Espanha pode contribuir para que a crise grega se estenda a outros países da Europa.

A chanceler Angela Merkel, confrontada com a mesma pergunta, disse que não é seu trabalho avaliar as agências de rating, mas lembrou que, mais que essas notas, o que preocupa é o alto déficit que há em toda a Europa, segundo ela herança da recessão mundial.

"Todos nos enfrentamos a crise com programas conjunturais que deixaram déficits elevados. Agora, é importante reduzir o déficit para evitar que os países virem alvo da especulação", disse Merkel.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    10h39

    -0,23
    3,128
    Outras moedas
  • Bovespa

    10h48

    -0,19
    75.848,95
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host