UOL Notícias Notícias
 

28/04/2010 - 10h09

Programa Mundial de Alimentos da ONU pode sair do Iêmen por falta de fundos

Sanaa, 28 abr (EFE).- O Programa Mundial de Alimentos das Nações Unidas (PMA) advertiu hoje sobre uma "catástrofe humanitária" no Iêmen, devido à crescente escassez de fundos para a ajuda alimentar no país.

Em comunicado, o PMA informou que, devido à escassez de fundos, pode ser obrigado a pôr fim a suas atividades no país árabe, decisão que pode ser tomada até setembro.

Cerca de 250 mil deslocados pelo conflito com os rebeldes xiitas da província de Saada, no norte do país, e 50 mil crianças menores de cinco anos recebem ajuda do PMA.

A organização disse que até agora recebeu apenas 30% do dinheiro necessário para seguir prestando assistência e que precisa de pelo menos US$ 77 milhões para evitar a catástrofe humanitária.

De acordo com o PMA, 3,4 milhões de pessoas serão afetadas pela suspensão de suas atividades no Iêmen, entre as quais há mães e crianças, além de milhares de refugiados somalis.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,59
    3,276
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h21

    -1,54
    61.673,49
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host