UOL Notícias Notícias
 

04/05/2010 - 14h32

Obama promete apoiar economia do Golfo do México diante de vazamento de óleo

Washington, 4 mai (EFE).- O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, expressou hoje seu compromisso de limitar ao máximo os danos nas economias dos estados litorâneos por causa do derramamento de óleo no Golfo do México.

Em discurso para empresários em Washington, Obama afirmou que o vazamento, causado após a explosão e afundamento de uma plataforma de petróleo operada pela British Petroleum (BP), "vai afetar as vidas e a renda de pessoas em toda a costa do Golfo, desde o setor pesqueiro até o turístico".

"Estamos comprometidos a limitar ao máximo os danos econômicos, trabalhando para conter o impacto deste vazamento potencialmente devastador", destacou o presidente americano.

"Exploraremos todas as opções para criar empregos e apoiar as economias locais no Golfo enquanto seguimos supervisionando os possíveis efeitos na economia nacional", disse.

Obama afirmou que, onde for possível, as pessoas mais afetadas pelo desastre, como os pescadores que foram impedidos de trabalhar, deveriam ser contratados para as tarefas de limpeza.

O Governo dos EUA se esforça para dar uma resposta ao incidente, qualificado como uma "catástrofe nacional", e os secretários de Segurança Nacional, Janet Napolitano, e do Interior, Ken Salazar, retornarão esta semana à região para supervisionar os esforços destinados a proteger os ecossistemas da área.

Continuam vazando cerca de 5 mil barris de petróleo diários, que começou depois do afundamento da plataforma petrolífera após uma explosão e incêndio no dia 20 de abril.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    17h00

    0,40
    3,279
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    0,95
    63.257,36
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host