UOL Notícias Notícias
 
05/05/2010 - 03h58 / Atualizada 26/05/2010 - 10h24

Aeroportos da Irlanda, Irlanda do Norte e Escócia voltam a ser fechados

Londres, 5 mai (EFE).- Vários aeroportos da Irlanda, da Irlanda do Norte e da Escócia voltaram a ser fechados a partir das 7h locais (3h de Brasília) nesta quarta-feira pelos riscos causados pela nuvem de cinza procedente do vulcão islandês.

Os aeroportos escoceses de Glasgow e Prestwick o terminal de Derry (Irlanda do Norte) podem ficar fechados durante todo o dia, enquanto o de Inverness (Escócia) deve ficar fechado durante a manhã e o de Belfast durante a tarde, segundo informações da Autoridade da Aviação Civil britânica (CAA).

Outros aeroportos que fecharão serão os de Stornoway, Benbecula, Tiree, Islay e Barra, nas ilhas Hébridas (território escocês). Os terminais de Edimburgo, capital da Escócia, e do noroeste da Inglaterra, por enquanto, seguem operando normalmente.

Na Irlanda serão suspensos até segunda ordem os voos dos aeroportos de Donegal (a partir das 4h, pelo horário de Brasília), Sligo (a partir de 5h em Brasília), Dublin e Knock (a partir de 7h, também pelo horário de Brasília). Além disso, pode haver restrições nos terminais de Cork, Wagerford e Kerry à tarde.

As autoridades aéreas britânicas e irlandesas aconselharam os viajantes a consultarem suas companhias aéreas antes de se deslocarem aos aeroportos, já que a situação "é muito dinâmica" e pode mudar rapidamente.

Embora as previsões indicassem que a nuvem de cinza se dirigia para o sul, empurrada pelo vento, a CAA não acredita que os aeroportos do sudeste da Inglaterra, que atendem a cidade de Londres, vão ser afetados.

Na terça-feira foram canceladas centenas de voos, tanto na Irlanda quanto na Irlanda do Norte. A situação afetou também as ilhas Hébridas e a outras partes do norte da Escócia.

A Ryanair, principal companhia aérea de baixo custo na Europa, suspendeu na terça-feira todas as suas decolagens entre 2h e 10h (pelo horário de Brasília) na Irlanda, sua principal base. À tarde, tarde a empresa realizou voos adicionais para tentar transportar os viajantes que tinham sido impedidos de viajar pela manhã.

A EasyJet, também de baixo custo, cancelou 20 voos nos dois aeroportos de Belfast, enquanto a companhia irlandesa Aer Lingus suspendeu todas suas conexões aéreas com o Reino Unido e a Europa continental até as 9h (de Brasília).

No mês passado, a nuvem de cinzas do mesmo vulcão islandês provocou o fechamento de boa parte do espaço aéreo europeu durante cerca de uma semana.

Segundo a Associação de Seguradoras Britânicas, as companhias do setor terão que indenizar as dezenas de milhares de clientes afetados pelos cancelamentos com cerca de 62 milhões de libras (mais de 71 milhões de euros).

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,12
    3,283
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h21

    -0,05
    63.226,79
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host