UOL Notícias Notícias
 

06/05/2010 - 13h36

Romênia corta pensões e salários para evitar quebra

Bucareste, 6 mai (EFE).- O presidente da Romênia, Traian Basescu, anunciou hoje cortes, a partir de junho, de 15% nas pensões e de 25% nos salários de funcionários públicos para evitar a quebra do país.

Os cortes estão dentro das propostas do Fundo Monetário Internacional (FMI) para que o déficit público da Romênia não supere este ano 5,9% do Produto Interno Bruto (PIB), como tinha sido pactuado entre as duas partes.

A situação financeira da Romênia - na União Europeia desde 2007 - é muito delicada. Por isso, o país se viu obrigado em maio do ano passado a aceitar um crédito de emergência de 20 bilhões de euros do FMI e da UE para evitar um colapso econômico.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,48
    3,144
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h21

    -0,53
    75.604,34
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host