UOL Notícias Notícias
 

12/05/2010 - 15h57

Larry King e sua mulher se reconciliam

Los Angeles (EUA.), 12 mai (EFE).- O jornalista americano Larry King e sua mulher Shawn Southwick fizeram as pazes e deram marcha ré no divórcio por supostas infidelidades do famoso entrevistador da "CNN" com sua cunhada, informou hoje a revista "People".

O casal tinha iniciado os trâmites de separação há um mês em um tribunal de Los Angeles alegando "diferenças irreconciliáveis". No entanto, hoje eles deixaram claro que mudaram de ideia.

"Queremos bem nossos filhos, nos amamos e adoramos ser uma família. Isso é tudo que nos importa", disse o casal em um comunicado.

King, de 76 anos, e Southwick, de 50, se casaram em 1997 e tiveram dois filhos, Cannon, agora com nove anos, e Chance, de 11. Eles foram um dos fatores principais para que o casal regulasse suas diferenças.

Esse foi o quarto casamento de Southwick, que tem um filho de 28 anos de uma relação anterior.

Já King foi casado com sete mulheres, com uma delas duas vezes inclusive.

Em abril vieram à tona supostas relações extramatrimoniais de King com a irmã de sua mulher, Shannon Engemann, que teriam começado há cinco anos quando a estrela da televisão dos EUA começou a enviar presentes caros a cunhada.

Southwick, segundo TMZ, soube da infidelidade de King há vários anos e guardou silêncio em troca dos títulos de propriedade de três casas.

Aparentemente, uma forte discussão ocorrida no começo de abril levou King a decidir pedir o divórcio.

A fortuna do apresentador ronda os 144 milhões de dólares e atualmente ele está na metade de um contrato de quatro anos com a "CNN" avaliado em 56 milhões.

Na Califórnia, os lucros acumulados durante um casamento se dividem em 50% em caso de divórcio.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -1,22
    3,142
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h21

    0,67
    70.477,63
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host