UOL Notícias Notícias
 

12/05/2010 - 21h01

Lula assina criação da Autoridade Pública Olímpica

Brasília, 12 mai (EFE).- O presidente Luiz Inácio Lula da Silva assinou hoje um decreto que autoriza a criação da chamada Autoridade Pública Olímpica (APO), que atuará como órgão supervisor de todos os projetos relacionados com os Jogos de 2016, no Rio.

Com a forma jurídica de um consórcio público, a APO será administrada pelo Governo federal, o Governo estadual do Rio e a Prefeitura, além de receber apoio do Comitê Olímpico Internacional (COI).

Nesse sentido, o presidente ressaltou o compromisso adotado entre as três esferas na hora de tomar decisões "sempre muito bem discutidas".

Lula lembrou que durante os Jogos Pan-Americanos de 2007, em que nem todos os projetos foram concluídos, o Governo federal assumiu a responsabilidade de "70% de tudo" o que foi feito.

"Não queremos que isso aconteça na Copa (de 2014) e nos Jogos Olímpicos: os três juntos (Governo federal, regional e municipal) terão que assumir todos os compromissos para que todo mundo saiba", assinalou.

O consórcio será responsável pela aprovação das obras relativas aos projetos olímpicos, além de coordenar os serviços públicos e supervisionar a implantação das infraestruturas necessárias para os eventos esportivos.

Lula promoveu também a criação de um portal de transparência na internet, através do qual os contribuintes podem acompanhar os orçamentos e investimentos tanto dos projetos da Copa e das Olimpíadas.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,54
    3,265
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    1,36
    64.085,41
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host