UOL Notícias Notícias
 

12/05/2010 - 11h20

Mujica não irá participar da cúpula de Madri por recomendações médicas

Montevidéu, 12 mai (EFE).- O presidente do Uruguai, José Mujica, não irá participar da cúpula União Europeia-América Latina que será realizada no dia 18 de maio em Madri por recomendações médicas, confirmaram fontes da Presidência hoje à Agência Efe.

Mujica, de 74 anos, assumiu o cargo no dia 1 de março e sofreu nas últimas horas um episódio de estresse, devido sua agenda acirrada e seu médico pessoal recomendou que desistisse de algumas atividades e descansasse mais.

Segundo o jornal "La República", a decisão "não implica de modo algum um período de licença ou de repouso" para o presidente, que "continuará exercendo suas atividades", mas "uma desaceleração de seu ritmo de trabalho e a obrigação de descansar seis horas diárias".

"Isso o impede de se estressar fora dos parâmetros normais" e "mesmo de tomar vacinas", algo que ficou patente quando ele não pôde se vacinar contra a gripe A nem no ano passado nem nesse ano, segundo o jornal.

O presidente do Uruguai, cuja viagem a Madri tinha sido autorizado ontem pelo Senado, sofre há vários anos de vasculites, uma doença que baixa as defesas do organismo e que agrava uma deficiência renal.

Mujica, ex-líder guerrilheiro do Movimento de Libertação Nacional (MLN-Tupamaros), esteve preso por 13 anos, repartidos em vários períodos, antes e durante a ditadura que governou o Uruguai entre 1973 e 1985, e foi anistiado após a restituição da democracia.

Muitos de seus problemas físicos foram atribuídos às duras condições que teve que aguentar quando estava na prisão.

O líder tinha previsto viajar no próximo fim de semana para Madri, mas após o cancelamento o Uruguai será representado na cúpula pelo vice-presidente, Danilo Astori.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,59
    3,276
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h21

    -1,54
    61.673,49
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host