UOL Notícias Notícias
 
15/05/2010 - 18h35 / Atualizada 15/05/2010 - 18h40

Delegação da CIDH chega a Honduras

Tegucigalpa, 15 mai (EFE).- Uma delegação da Comissão Interamericana de Direitos Humanos (CIDH) chegou hoje a Honduras para acompanhar à situação dos direitos humanos no país após o golpe de Estado de junho de 2009.

A partir de amanhã e até o próximo dia 18, os enviados da CIDH se reunirão com autoridades do Governo, ONGs, representantes da sociedade civil, defensores de direitos humanos, comunicadores sociais e membros da Comissão da Verdade, instalada no último dia 4 em Tegucigalpa.

A delegação da CIDH é integrada pelo presidente, Felipe González; o primeiro vice-presidente, Paulo Sérgio Pinheiro; o secretário-executivo, Santiago Cantão; a relatora Especial para a Liberdade de Expressão, Catalina Botero, e pessoal da Secretaria Executiva.

O então presidente hondurenho Manuel Zelaya foi derrubado no dia 28 de junho de 2009 quando promovia uma consulta popular para reformar a Constituição, apesar da proibição legal que impede mexer no texto.

Organismos de direitos humanos não-governamentais denunciaram desde então múltiplas violações a essas garantias, entre as que figuram algumas mortes, torturas e detenções ilegais, que em sua maioria não foram esclarecidas pelas autoridades.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    14h19

    0,80
    3,153
    Outras moedas
  • Bovespa

    14h26

    -0,98
    74.651,11
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host