UOL Notícias Notícias
 
15/05/2010 - 18h48 / Atualizada 15/05/2010 - 18h58

Uribe insiste em conveniência de acordo comercial com UE

Bogotá, 15 mai (EFE).- O presidente da Colômbia, Álvaro Uribe, insistiu hoje na conveniência do acordo comercial de seu país com a União Europeia (UE), que será assinado na próxima semana em Madri.

O acordo "é definitivo" para a economia colombiana, sustentou o chefe do Estado, que o defendeu durante um conselho comunal de Governo em Medellín, onde deu início a uma série de encontros semanais de avaliação de seus dois Governos de quatro anos.

A série de rendições de contas foi convocada com vistas à transição de Uribe que dará lugar ao seu sucessor eleito no pleito do dia 30 de maio.

"O acordo é conveniente por todos os lados", acrescentou Uribe, que na próxima quarta-feira o assinará na capital espanhola junto a seu colega do Peru, Alan García, e após a realização da VI Cúpula América Latina e Caribe-União Europeia.

O presidente colombiano observou que "todos os setores da economia, com exceção dos laticínios, deram sinal verde ao acordo".

A federação que reúne ao setor criador de gado advertiu que este tratado de liberdade comercial terá efeitos adversos sobre as 400 mil famílias colombianas que se dedicam à produção leiteira, a maioria delas em pequena escala.

Na quinta-feira o Governo adotou algumas medidas, entre elas a de impedir a importação no país de leite com vencimento menor ao de 12 meses.

O presidente colombiano assegurou que este tratado também tem alcance sobre a proteção dos direitos humanos e o meio ambiente.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,31
    3,266
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    1,60
    62.662,48
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host