UOL Notícias Notícias
 
16/05/2010 - 22h59 / Atualizada 16/05/2010 - 23h13

Chega a 35 número de mortos em protestos na Tailândia


De Bangcoc

Grupos de partidários da frente vermelha e soldados tailandeses mantiveram durante a noite deste domingo tiroteios nas imediações da região central de Bangcoc, que aumentaram para 35 o número de mortos causados pela violência desde a quinta-feira passada, informaram fontes oficiais Entre as vítimas fatais se encontra um soldado, disse o centro oficial de emergências que coordena a assistência médica nos hospitais da capital.

Nas escaramuças e confrontos ficaram feridas pelo menos 244 pessoas.


O soldado foi abatido à bala quando patrulhava as ruas do distrito financeiro, ao lado da área de três quilômetros quadrados na qual os chamados camisas vermelhas se entrincheiram há cinco semanas.

O Governo do primeiro-ministro, Abhisit Vejajjiva, deu de prazo aos manifestantes até as 15h (horário local, 5h de Brasília) para abandonarem o acampamento, embora não tenha dito se tomará algum tipo de ação após terminado o prazo.

Segundo o Governo, atras das barricadas levantadas pelos manifestantes para se proteger de um eventual ataque das forças de segurança há cerca de 6.000 pessoas.

Um número indeterminado de pessoas, sobretudo mulheres e crianças, deixaram desde sábado passado o acampamento por causa da situação insalubre, da escassez de mantimentos e do temor de um ataque das tropas.

 

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    15h49

    -0,33
    3,266
    Outras moedas
  • Bovespa

    15h50

    1,45
    62.566,28
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host