UOL Notícias Notícias
 
16/05/2010 - 09h42 / Atualizada 16/05/2010 - 09h56

Recontagem confirma resultado das eleições iraquianas

Bagdá, 16 mai (EFE).- A Comissão Eleitoral do Iraque anunciou hoje que, após a nova apuração dos votos das eleições gerais de 7 de março na circunscrição de Bagdá, os resultados não sofreram mudanças.

Segundo um comunicado da comissão, a divisão de cadeiras não variou na maior circunscrição do país, onde houve a recontagem de votos depois que uma comissão judicial aprovou o pedido da coalizão do primeiro-ministro, Nouri al-Maliki, que impugnou o resultado na capital.

Desse modo, a aliança de Maliki fica com 26 cadeiras, enquanto a coalizão do ex-primeiro-ministro Iyad Allawi, que se saiu melhor nas eleições em nível nacional, alcança 24 deputados.

A terceira força das eleições, a Aliança Nacional Iraquiana (ANI), conseguiu 17 cadeiras na circunscrição.

A apuração de votos em Bagdá, que começou em 3 de maio e terminou em 14, impedia o anúncio oficial dos resultados e a formação de um novo Governo, pendência que gerou uma nova crise política no país.

Os resultados dão à aliança dirigida por Allawi 91 dos 325 deputados do Parlamento (unicameral), 89 à coalizão de Maliki e 70 ao ANI.

Enquanto a coalizão de Allawi, liderada por xiitas laicos e com grandes forças sunitas, considera que tem o direito de formar Governo por ter o maior número de votos, o Estado de Direito e a ANI, de marcado caráter xiita, reivindicam estar no poder a partir de uma aliança.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    17h00

    0,40
    3,279
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    0,95
    63.257,36
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host