UOL Notícias Notícias
 
16/05/2010 - 01h08 / Atualizada 16/05/2010 - 01h18

Ruas centrais de Bangcoc estão em aparente calma após distúrbios

Bangcoc, 16 mai (EFE).- As ruas da zona central central de Bangcoc estavam hoje em aparente calma, embora milhares de manifestantes continuem desafiando o Governo em seu acampamento, após os três dias de confrontos que deixaram 24 mortos e cerca de 200 feridos.

A intensa chuva que cai na capital tailandesa levou os chamados camisas vermelhas, que desafiam o Exército, a buscarem abrigo sob as lonas das tendas, enquanto eram vigiados pelos soldados postados à pouca distância.

Os soldados têm a ordem de disparar contra qualquer camisa vermelha que esteja a menos de 36 metros de uma posição militar, disse o porta-voz de Exército, coronel Sansern Kaewkamnerd.

A violência que ressurgiu no sábado em ruas situadas nas imediações da base vermelha, deixou pelo menos oito mortos.

A aparência extremamente violenta se refletiu nas imagens que um dos canais estatais divulgou e que mostra como um grupo de manifestantes retira um soldado a empurrões de um caminhão militar de carga que, após se render e implorar clemência, recebe um tiro à queima-roupa.

Em três dias de violência, cerca de 190 pessoas ficaram feridas por impactos de projétil, entre elas um repórter canadense e três tailandeses depois que hoje, um fotógrafo do jornal local "The Nation" recebeu um tiro na perna.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,54
    3,265
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    1,36
    64.085,41
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host