UOL Notícias Notícias
 
19/05/2010 - 23h37 / Atualizada 19/05/2010 - 23h53

Seul tomará "medidas firmes" para Pyongyang admitir afundamento de navio

Seul, 20 mai (EFE).- O presidente da Coreia do Sul, Lee Myung-bak, afirmou nesta quarta-feira que Seul vai tomar medidas "firmes" contra a Coreia do Norte para que admita sua responsabilidade no afundamento de um navio de guerra sul-coreano, o que foi negado até agora pelo regime comunista.

Lee fez as declarações durante conversa telefônica com seu colega australiano, Kevin Rudd, no dia em que Seul acusou formalmente Pyongyang de ter atacado com um torpedo a embarcação "Cheonan" no último dia 26 de março, perto da fronteira entre os dois países, em incidente que causou 46 mortes.

Imediatamente depois que a Coreia do Sul publicou o relatório responsabilizando os vizinhos pelo ataque, Pyongyang emitiu um comunicado no qual rejeitou as acusações e chamou Lee de "traidor".

A Comissão Nacional de Defesa da Coreia do Norte, principal órgão de poder do país, negou, em declaração divulgada pela televisão oficial, que o torpedo foi disparado por suas forças armadas.

Pyongyang afirmou que o resultado da investigação foi alvo de "manipulação", e desafiou a Coreia do Sul a mostrar provas materiais sobre sua suposta participação, e ameaçou iniciar um conflito caso sejam aplicadas sanções por conta do incidente.

O presidente sul-coreano insistiu que a investigação realizada por uma equipe de vários países revelou claramente que houve uma "provocação militar" da Coreia do Norte e anunciou medidas "firmes" através de uma "forte cooperação internacional".

O líder sul-coreano ressaltou a necessidade de trabalhar para que a Coreia do Norte reconheça seu erro e volte a fazer parte da comunidade internacional de forma respeitosa e responsável.

Em seu relatório, especialistas de vários países afirmam que a conclusão "clara" é que o "Cheonan" afundou por conta de uma explosão externa "causada por um torpedo fabricado na Coreia do Norte, lançado por um submarino norte-coreano", e garantiram que as provas confirmam de forma "incontestável".

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h58

    -0,53
    3,128
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    -0,28
    75.389,75
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host