UOL Notícias Notícias
 
24/05/2010 - 07h30 / Atualizada 24/05/2010 - 07h50

Oposição apresenta moção de censura contra premiê tailandês

Bangcoc, 24 mai (EFE).- O partido opositor Puea Thai (dos tailandeses) apresentou hoje no Senado uma moção de censura contra o primeiro-ministro da Tailândia, Abhisit Vejjajiva, em meio a grave crise política que atinge o país.

A moção de censura inclui ainda o vice-primeiro-ministro e responsável pela segurança, Suthep Thaugsuban; o ministro do Interior, Chavarat Chanweerakul; o de Assuntos Exteriores, Kasit Piromya; o de Finanças, Korn Chatikavanij; e o de Transporte, Sopon Sarum.

Além disso, a oposição abriu um procedimento no Senado para destituir o chefe do Executivo, Thaugsuban, Chanweerakul e Sarum em aplicação do artigo 270 da Constituição, por mau Governo.

Puea Thai, fundado por aliados do ex-primeiro-ministro Thaksin Shinawatra em 2008, têm 233 dos 480 cadeiras da Câmara Baixa.

O presidente da Câmara Baixa, Chai Chidchob, indicou aos jornalistas que serão necessários sete dias para que a comissão parlamentar decida se aceita ou não a moção censura que recorre ao artigo 159 da Constituição.

A moção de censura é apresentada quando a Tailândia tenta voltar à normalidade após dois meses e meio de manifestações antigovernamentais dos chamados "camisas vermelhas" em Bangcoc e várias províncias que causaram 85 mortos.

O toque de recolher ocorre em Bangcoc e em outras 23 províncias desde o dia 19 de maio, quando o Exército acabou com os protestos no coração comercial da capital.

A Tailândia sofre de uma profunda crise política desde o golpe militar de 2006, que depôs o multimilionário Shinawata.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,54
    3,265
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    1,36
    64.085,41
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host