UOL Notícias Notícias
 
24/05/2010 - 10h31 / Atualizada 24/05/2010 - 11h30

Pintor panamenho Manuel Chong Neto morre de problema cardíaco

Panamá, 24 mai (EFE).- O octogenário pintor panamenho Manuel Chong Neto, que teve uma carreira artística de 50 anos, morreu em uma clínica na capital do país, após sofrer uma crise cardíaca, informaram hoje seus familiares.

Chong Neto, um dos ícones da pintura panamenha e que se caracterizou por suas telas com figuras de mulheres volumosas, morreu no domingo, depois de passar mal no sábado.

O pintor, de 82 anos, estava preparando duas exposições beneficentes no país.

Durante sua carreira, Chong Neto realizou mais de 40 exposições individuais e participou de pelo menos 30 mostras coletivas e suas obras foram exibidas em bienais do México, Colômbia, Brasil e Estados Unidos.

Como professor ensinou desenho, pintura e gravura em várias entidades do país, incluindo a Universidade do Panamá.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,59
    3,276
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h21

    -1,54
    61.673,49
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host