UOL Notícias Notícias
 
26/05/2010 - 21h47 / Atualizada 26/05/2010 - 21h47

Mesmo com queda na violência, AI diz que abusos seguem no Iraque

Londres, 26 mai (EFE).- Os graves abusos cometidos por forças do Governo e grupos armados continuaram em 2009 no Iraque, onde morreram milhares de civis, embora o grau de violência tenha sido menor que em anos anteriores, segundo a Anistia Internacional (AI).

No relatório sobre o estado dos direitos humanos no mundo apresentado hoje em Londres, a AI denuncia, além dos atentados suicidas, a existência no Iraque de detenções sem acusações, tortura, penas de morte e execuções, além de 1,5 milhão de deslocados internos.

A Al Qaeda no Iraque e outros grupos armados sunitas foram autores de muitos atentados contra civis, enquanto as milícias xiitas também cometeram crimes, como sequestros, torturas e assassinatos. Entre as vítimas, houve membros de minorias étnicas e religiosas, jornalistas, mulheres e homossexuais.

O atentado mais sangrento aconteceu em 25 de outubro, quando 155 pessoas morreram e 700 ficaram feridas em Bagdá.

Entre as ações violentas contra grupos, foi destacado o assassinato de 25 homens e jovens, previamente sequestrados e torturados, depois que os líderes da cidade de Sadr, distrito xiita de Bagdá, encorajaram seus seguidores a erradicar o homossexualismo.

No dia 1º de janeiro, a força multinacional dirigida pelos Estados Unidos mantinha 15 mil pessoas detidas, um número que se reduziu a 6.466 pelo acordo com o Governo de Bagdá para a retirada de tropas.

Pelo menos 391 pessoas foram condenadas à morte em 2009, e o número total de sentenciados à pena capital subiu para 1.100. Houve 120 execuções, algumas delas em segredo, após juízos injustos e torturas para obter confissões, segundo a AI.

Na região autônoma do Curdistão, no norte, a situação foi em geral muito melhor que no resto do Iraque, embora tenham sido noticiadas detenções arbitrárias e torturas, assim como ameaças e violência contra ativistas e jornalistas que se atreveram a denunciar a corrupção do Governo regional ou de altas acusações.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,54
    3,265
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    1,36
    64.085,41
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host