UOL Notícias Notícias
 
26/05/2010 - 14h35 / Atualizada 26/05/2010 - 15h49

Negros latino-americanos pedem plano de apoio à UE

Budapeste, 26 mai (EFE).- Organizações de afrodescendentes latino-americanos pediram à União Europeia (UE) e a outros organismos internacionais que deixem de considerá-los uma minoria em suas estratégias de desenvolvimento.

Os afrodescendentes da América Latina "devem de ser tirados desse status de 'outras minorias'", já que "somos 150 milhões, ou seja, 30% da população total. Não somos minoria", disse à Agência Efe hoje em Budapeste o peruano Oswaldo Bilbao, diretor-executivo do Centro de Desenvolvimento Étnico (Cedet).

Bilbao participa de uma conferência do Grupo Internacional para os Direitos das Minorias, organizada na capital húngara, sobre "o papel das minorias e povos indígenas na cooperação para o desenvolvimento".

"Pedimos à UE e a outras organizações multinacionais uma estratégia dirigida aos afrodescendentes, como povo, como povos autônomos, sujeitos a direitos diferentes aos das povoações indígenas", disse, por sua parte, Joel Campbell, do Centro de Direitos Humanos, Cidadãos e Autônomos da Nicarágua (Cedehca).

O ativista lembrou à Efe que a UE está investindo em educação na América Latina.

No entanto, considerou que os fundos que chegam "não estão bem direcionados. Ou seja: a UE destina 80% da cooperação aos Estados e 20% à sociedade civil".

"Isto deveria ser um pouco mais equilibrado", porque é a sociedade civil que fiscaliza "o uso dos fundos e denuncia a corrupção dentro dos países", acrescentou Campbell.

Ele assinalou que a ONU escolheu o ano de 2011 como o dos afrodescendentes, e adiantou que se está trabalhando em uma declaração destes povos, para detalhar quem são, quais são seus direitos fundamentais e suas particularidades.

Participaram da conferência organizada em Budapeste delegados de ONGs de 10 países da América Latina, Ásia e África.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,12
    3,283
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h21

    -0,05
    63.226,79
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host