UOL Notícias Notícias
 
26/05/2010 - 11h12 / Atualizada 26/05/2010 - 11h15

Polônia agradece sistema de mísseis dos EUA

Varsóvia, 26 mai (EFE).- O ministro da Defesa polonês, Bogdan Kilch, agradeceu hoje aos Estados Unidos pela bateria de mísseis Patriot, que junto com mais de 100 militares americanos ficarão em uma base na cidade de Morag, perto da fronteira com o enclave russo de Kaliningrado.

Na cerimônia de recepção também esteve o embaixador dos EUA na Polônia, Lee Feinstein, assim como o diretor das operações logísticas americanas na Europa, o general Mark Bellini.

"Consideramos que a posição do sistema Patriot na Polônia é um importante passo para o fortalecimento de nossa segurança nacional e o desenvolvimento da cooperação com os EUA, não tanto pelo armamento em si, mas pelas pessoas, os soldados americanos que manejarão esta bateria", disse Klich.

"A colaboração entre Polônia e Estados Unidos é a promessa de um mundo mais seguro", acrescentou o diplomata americano.

Embora a recepção oficial tenha ocorrido hoje, a maioria dos soldados norte-americanos já haviam chegado a Morag na segunda-feira passada procedentes da Alemanha.

Esses militares estarão submetidos à legislação polonesa, uma das exigências de Varsóvia para aceitar a presença de tropas estrangeiras em seu território.

Como já fizeram quando a Polônia adquiriu caças F16 do Exército americano, o objetivo dos soldados dos EUA é treinar militares poloneses para o manejo dos mísseis Patriot.

Essa presença americana na Polônia, membro da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan), é fruto de um acordo firmado entre Varsóvia e Washington durante a gestão do ex-presidente George W. Bush.

Do ponto de vista técnico, o escudo antimísseis, que acabou sendo desprezado pelo novo líder americano, Barack Obama, não tem relação com o sistema de mísseis Patriot, que é um armamento de curto/médio alcance demandado pela Polônia como uma das condições para aceitar o escudo antimísseis de Bush.

A presença americana em Morag, a apenas 60 quilômetros da Rússia, não foi bem recebida em Moscou.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h58

    -0,53
    3,128
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    -0,28
    75.389,75
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host