UOL Notícias Notícias
 
27/05/2010 - 12h52

Guarda costeira diz que vazamento de petróleo foi contido

Em Washington

O comandante da Guarda Litorânea dos Estados Unidos, Thad Allen, disse hoje que a operação de selamento do poço da British Petroleum está funcionando e, por enquanto, o vazamento de petróleo foi refreado.

Em declarações à emissora de rádio "WWL", Allen explicou que, pela primeira vez desde que a plataforma petrolífera da BP afundou no Golfo do México no dia 22 de abril, o óleo não está sendo lançado no mar.

A BP começou quarta-feira o procedimento para tentar fechar o vazamento injetando lodo e cimento, uma operação que nunca foi realizada a essa profundidade antes - o poço está 1,5 mil metros abaixo do nível do mar.

O procedimento, conhecido como "top kill" foi autorizado pela Guarda Litorânea ontem mesmo. A BP advertiu que demorará alguns dias em determinar se a operação finalmente irá funcionar.

No entanto, o comandante da Guarda Litorânea já anunciou que o vazamento foi refreado. A dúvida é se o lodo e o cimento injetado serão capazes de conter a saída de petróleo e gás natural.

Se for assim, explicou à emissora, o poço poderia ser selado.

"O objetivo é injetar lodo suficiente no poço para frear a pressão de saída dos hidrocarbonetos, para então poder selar o poço com cimento", disse.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,31
    3,266
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    1,60
    62.662,48
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host