UOL Notícias Notícias
 
27/05/2010 - 13h10 / Atualizada 27/05/2010 - 13h27

Vazamento no Golfo do México supera o desastre do Exxon Valdez

Washington, 27 mai (EFE).- O vazamento de petróleo no Golfo do México já é o pior na história dos Estados Unidos e superou o provocado pelo acidente do petroleiro Exxon Valdez no Alasca em 1989, que derramou mais de 40 milhões de litros de petróleo.

A afirmação foi feita hoje por Marcia McNutt, diretora do Serviço Geológico dos Estados Unidos, quem apontou que os cálculos preliminares assinalam que o poço aberto no Golfo já derramou entre 71 milhões e 147 milhões de litros de petróleo no mar desde o acidente em 20 de abril.

A agência calcula que derramaram no mar ao redor de 1,9 milhão de litros diários desde o acidente de 20 de abril na plataforma operada por British Petroleum (BP), muito acima dos 800 mil litros estimados pela multinacional britânica.

Na quarta-feira, a empresa iniciou ontem uma operação batizada em inglês como "top kill" para fechar o poço mediante a injeção de um fluído composto por uma mistura de água, argila e químicos, à qual se somarão depois camadas de cimento.

O comandante da Guarda Costeira dos Estados Unidos, Thad Allen, disse hoje que a complicada operação de fechamento do poço de British Petroleum está funcionando e, por enquanto, conseguiu-se frear a fuga de petróleo.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    13h28

    0,24
    3,137
    Outras moedas
  • Bovespa

    13h39

    -0,45
    75.659,52
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host